Header Ads

Novos prazos máximos para agendamento de consultas por convênios médicos


Já faz algum tempo em que pagar por um convênio deixou de ser vantagem no quesito agilidade de atendimento.

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) publica hoje uma resolução obrigando os planos de saúde a cumprir prazos mínimos de atendimento para seus usuários.

Novos prazos entre 7 e 21 dias para atendimento.

De acordo com o texto, as consultas básicas com pediatras, ginecologistas, obstetras e clínicos terão que ser marcadas em no máximo 7 dias.

Já as consultas com os demais especialistas, como cardiologistas, deverão ser marcadas em até 14 dias.

A resolução determina também que exames para diagnóstico por laboratório de análises clínicas  sejam agendados em até três dias.

Os procedimentos de maior complexidade, como tomografia e ressonância magnética, terão que ser marcados em até 21 dias.