Pastor é suspeito de se passar por advogado


O pastor da Igreja Evangélica Assembléia de Deus foi preso por investigadores acusado de se passar por advogado.

 O pastor admitiu que usava o dinheiro pago pelos "clientes" para comprar mercadorias, já que também é comerciante.

O pastor da Igreja Evangélica Assembléia de Deus Alexandre da Silva Campos, 50, foi preso por investigadores da Policia Civil do município de Manacapuru ( a 68 km a oeste de Manaus), acusado de se passar por advogado. Duas pessoas denunciaram o suspeito, e afirmaram que o crime foi praticado no município em Anamã.

Em depoimento ao delegado Antonio Rodrigues da Silva. as vítimas disseram que o acusado se apresentou como advogado e enganou outras pessoas em Anamã

A professora Maria de Auxiliadora Sampaio do Nascimento Ribeiro, 34, disse em depoimento que pagou R$ 600 ao falso advogado para que ele resolvesse um problema judicial ao falso advogado

Com o pastor, os investigadores apreenderam vários recibos assinados por ele, como advogado, com um número de registro em Campo Grande-MT.

Segundo o delegado, titular da 1º delegacia de Policia Civil de Manacapuru, o acusado admitiu que usaria o dinheiro para comprar mercadorias, já que também é comerciante.

De acordo com o delegado, como o crime ocorreu no município de Anamã, o pastor foi ouvido e depois liberado, mas deve responder por crime de estelionato.” Como não foi preso em flagrante ele foi ouvido e liberado, mas deve responder por crime de estelionato.” Antonio Rodrigues. Antes de ser liberado, o acusado ressarciu as duas vitimas que o denunciaram
......
Web Statistics