Os 10 mandamentos do infiel


“A variedade é o molho da vida, que dá sabor a tudo.”


Esta citação é de Ashley Madison… que não conhecia WhatsApp, Facebook, Tinder, nem os classificados do VivaLocal.

Já pensou se conhecesse?

Segundo a antropóloga Helen Fisher, da Universidade Estadual de New Jersey, a maior especialista em adultério do mundo, 56% dos homens e 34% das mulheres que têm casos extraconjugais, estão satisfeitos com seus pares.
Isso significa que a maioria das pessoas que traem não querem trocar de parceiro, mas somente apimentar, dar uma cor à rotina. E se sentir vivos!

Muitos especialistas são simpáticos à ideia da pulada de cerca.

Defendem que o sexo recreativo fora do casamento pode ser bom e saudável e que um namorico ocasional pode inclusive revigorar um relacionamento desgastado.

Mas a pulada de cerca pode, também, ser um desastre completo, do qual você vai se arrepender pelo resto da vida.
  
Como tudo na vida, trair é uma loteria.

Se você leva a sério o princípio de Oscar Wilde – que dizia ser capaz de resistir a tudo, menos às tentações – vale lembrar-se da lição do romancista americano Nelson Algren: “Nunca vá para a cama com alguém que tenha mais problemas que você”.

A seguir, os 10 mandamentos pra você que não abre mão de uma escapadinha:



 1

Infiéis gostam de pessoas que sejam loucas no sexo. Que sejam um furacão na cama.
Mas essas geralmente são loucas também fora dela.
Escolha alguém mais ameno. O potencial de diversão vai diminuir, mas o risco também.





 2

Em uma época em que todo mundo leva uma câmera fotográfica no celular, seja discreto. Muito discreto. Extremamente discreto. Neuroticamente discreto, aliás.
Muitas pessoas já foram indevidamente fotografadas inclusive enquanto dormiam. Assim, deixe para dormir somente com alguém em que você já confia muito.




 3

Evidências físicas devem ser eliminadas. Escritos, cartões, lembrancinhas... secreções...
Lembre-se do vestido azul da Monica Lewisnky.
Sem provas, qualquer "calúnia" contra você será meramente circunstancial.



4

Seja objetivo(a) quanto ao seu propósito com a pessoa.
Não minta, não engane.
Diga de cara se está buscando apenas sexo divertido – sem compromissos, sem telefonemas no dia seguinte, sem Whatsapp, sem flores, sem selfies, sem cutucões ou curtidas no Facebook.
Aliás, infiéis que se presem nem têm rede social.
E pare de  publicar foto no Facebook abraçado com a namorada ou namorado traído jurando amor eterno: Isso é a maior bandeira.
Desnecessário ficar tentando provar seu amor exclusivo no Facebook se você faz o oposto na rua.




5

Nunca fale mal de sua relação atual.
Não culpe sua parceira, ou parceiro, pela escapada.
Nunca diga "minha mulher, ou homem, não faz isso ou aquilo". A outra pessoa pode ficar achando que tem a missão de te salvar da infelicidade amorosa e sexual.
Boas intenções é que pavimentam a estrada para o inferno.




6

Se você é uma pessoa com algum destaque – rico, famoso, desejado, bonito, importante – corre o sério risco de estar somente sendo usado como troféu. Nada contra.
Mas lembre-se: Troféus existem para serem exibidos. E você será.




7

Pessoas falam. Falam muito. Isso é inevitável.
Seja com o psicólogo, com a melhor amiga(a), com o cabeleireiro, com parentes.
Antes de sair com alguém, cheque se nenhum dos possíveis confidentes sejam conhecidos de sua mulher ou homem.


8

A pessoa ideal para uma escapadela é aquela que tem tanto a perder quanto você se tudo for descoberto.
Aliás, é a que tem mais a perder.
Nunca, nunca mesmo, traia com alguém que não tenha nada a perder!




9

Caso seja descoberto(a), negue.
Negue sempre. Negue até o fim.
Se sua namorada ou namorado disser que se você confessar será perdoado(a), negue com mais veemência ainda. É uma cilada viu?




10

Por fim o último dos 10 mandamentos: Proteja-se! Use sempre camisinha!
Não vá transformar uma experiência excitante e um desastre, aparecendo em casa com uma verruga enorme no pênis. Com sífilis ou até HIV. Seria vacilar demais.
Trair não é para amadores.







Nenhum comentário

......
Web Statistics