Como escolher o seu cinto e valorizar sua aparência?



Escolher e utilizar cintos é um daqueles testes decisivos para definir o senso de moda de um homem.

Cintos têm o poder de transformar seu visual e são opções fáceis e mais em conta para incrementar o seu estilo.

Porém, assim como qualquer item do vestuário, é necessário prestar atenção às proporções, cores, materiais e outras combinações.

É uma tarefa simples. Se acertar, você valoriza sua escolha de roupa, enquanto se errar passará um atestado de que muito pouco sobre como se vestir.

As regras básicas para escolher e usar cintos são simples, e baseiam-se nos fundamentos mais básicos da moda. Confira como acertar na hora de usar cintos:

Comprimento do cinto

Uma vez esticado ao redor da cintura, um cinto deve ser comprido o suficiente para passar, ao menos, pelo seu laço (se tiver um) ou pela primeira presilha da calça após passar pela fivela.

Não há problemas se for mais comprido do que isso, desde que não seja exagerado. Cintos que ultrapassam a fivela e chegam quase às costas da pessoa estão, obviamente, exageradamente grandes.

Fivela do cinto

Quanto maior a fivela do seu cinto, menos formal ele é – esta é a regra básica. Cintos formais devem ter fivelas pequenas, discretas e não muito diferentes da largura do cinto em si. Fivelas grandes e chamativas são mais reservadas para cintos casuais, que expressem o estilo da pessoa no dia a dia.

Se você utilizar algum outro acessório – correntes, colares, pulseiras, abotoaduras, grampo para a gravata ou algo do tipo – o ideal é que a cor destes adornos sejam do mesmo tipo que a fivela do cinto (todos em prata, ouro, preto, etc.).

Obviamente, anéis – em especial, a aliança – não precisam estar combinando com a fivela (caso contrário, todo homem casado só poderia utilizar fivelas em ouro).

Cintos casuais – utilizados com calças que não sejam de terno – podem expressar seu estilo da forma que você preferir, desde que não destoem da roupa que estiver utilizando. Não parece razoável, por exemplo, que você utilize um visual totalmente hip-hop e uma grande fivela com motivos rurais, estilo caubói.

Cor do cinto

No que diz respeito a trajes formais, a regra para a cor dos cintos é simples: couro deve combinar com couro. Sempre que você utilizar mais de uma peça de couro, a cor delas deve combinar – mesmo que você esteja vestido de maneira casual.

Sapatos marrons devem ser acompanhados de cinto marrom. Cintos pretos e brilhosos devem ser acompanhados de um sapato muito bem polido. Sapatos foscos, cinto fosco – esta é a lógica simples que faz com que você não erre na regra mais básica da utilização do cinto.

Se você gosta de couros mais exóticos, como peles raras de animais, lembre-se que – a menos que eles sejam de cores sóbrias e sejam acompanhados por um sapato do mesmo tipo- eles devem ser usados de forma casual. Eles geralmente complementam um visual informal de forma ótima, mas nem sempre são indicados para trajes formais.



Cintos marrons

Um cinto marrom te proporcionará versatilidade para aperfeiçoar um estilo casual. Perfeito para todas as estações do ano, um cinto marrom é um acompanhamento perfeito para qualquer jeans.
Mantenha as coisas simples com cintos de camurça marrom e camurça para textura extra ao aproveitar este modesto acessório e opte por peças de acompanhamento em cores e tons complementares para uma aparência bem fundamentada.


Cintos pretos

Para situaçõesmais formais, a regra geral é manter as coisas minimalistas, simples e elegantes, com linhas limpas e texturas descomprimidas. O preto é obviamente o mais atraente, dada a sua complementação com um terno preto clássico e outros tons mais básicos. Opte por couros pretos elegantes com fivelas simples e ligeiramente arredondadas para uma forma limpa e clássica de controlar o seu visual. Lembre-se, a estética mais formal requer simples adições, por isso mantenha o seu cinto relativamente discreto, mas ainda na tendência.

Cuidados ao comprar o cinto

Cintos que parecem idênticos podem ter preços muito diferentes e há um motivo para isso: qualidade e durabilidade. No entanto, é possível achar bons cintos por preços acessíveis.

Há ótimos cintos por bons preços feitos de couro. Eles devem ser razoavelmente macios ao toque da mão. Dobre o cinto para ver se o material não fica instantaneamente rachado ou quebradiço. Se ficar, o cinto já não está em boas condições. Um bom cinto de couro deve ser bem flexível.

Dê atenção ao acabamento do cinto. Bons cintos não apresentam falhas no corte, nem nos acabamentos próximos à fivela e da própria fivela. Certifique-se, também, de que a fivela seja resistente e esteja em boas condições.



Alternativas ao cinto, os suspensórios

Os suspensórios podem ser uma alternativa  muito criativa aos cintos. Para uma estética vintage aludindo referências dos anos vinte, mantenha uma mente aberta ao optar por acessórios com suspensórios que podem vir em uma variedade de texturas e cores. Opte por suspensórios contrastantes com a sua camisa para uma aparência mais bem estruturada e garanta que seus sapatos combinem com a cor do restante das roupas.




......
Web Statistics